Usando Short sem medo - Testemunho e look


Meu maior receio em relação a roupas sempre foi usar shorts, me sentia exposta e desconfortável por duas razões. Querem saber quais? Então continue a leitura deste post.

Desde novinha eu sempre tive complexo com minhas pernas. 1- elas eram finas demais na zona do tornozelo. 2- eu tinha manchas que me impediam de deixar as pernas à mostra.

Esses dois complexos me acompanharam a vida toda, quando tinha que usar short eu sempre ficava com paranoia que todo mundo iria me olhar e sorrir de mim. E às vezes era isso que acontecia. Já ouvi tantas coisas que partiram meu coração e me deixaram destroçada. Tais como:

"Até que é bonita, mas tem pernas feias."" Tenho nojo das tuas pernas.""Se soubesse que tinhas pernas assim, não teria namorado contigo."

Entre outras coisas, essas foram as que mais me marcaram, lutei anos para esconder essa parte "defeituosa" do meu corpo, me sentia inferior, diferente. Preferia ser a "feia da perna bonita" ao invés da "bonitinha da perna feia".

Isso tudo teve início ainda na infância, nesta época eu tinha alergia a picada de inseto, tal alergia me deixou com muitas marcas na perna, principalmente na região da panturrilha (gémeo). Por essa razão sempre usava meia de pele. Eu amava vestidos, mas evitava usa-los de dia, usava-os à noite e só com meia de pele. Algo incomum no calor do nordeste e ainda mais para uma menina, mas era essa a forma de esconder as marcas que tanto me envergonhavam.

Meu segundo complexo era com meu tornozelo extremamente fino, isso realmente me incomodava, mas não tanto quanto as machas. 

Em 2013 eu fiz um tratamento manipulado a base de ácido, foi minha solução definitiva para as manchas. Depois de quase três décadas a viver com esse pesadelo, finalmente o solucionei. Foi muito gratificante saber que isso tinha solução. Hoje penso que mesmo que não tivesse solução, não iria me esconder como fazia no passado. Eu tenho duas pernas saudáveis e que sustentam meu corpo, só isso é um dádiva divina.

Anos depois ainda tento me adaptar ao uso de shorts e vestidos, sem me sentir estranha, desconfortável, ou acreditar que todo mundo irá me olhar e me achar no mínimo ridícula, corajosa, ou outra coisa qualquer.

Esse complexo me acompanhou a vida toda e ainda acompanha um pouco. A diferença agora é que ele não me limita. Tirei o peso do complexo das minhas costas: pessoas perfeitas não existem. Todo ser humano é um conjunto de qualidades e defeitos, portanto, não há razão para eu me sentir inferior. Para ser feliz, preciso aceitar minhas limitações com naturalidade e aprender a lidar com elas de uma forma mais sábia. Mudo o que tiver que mudar e convivo com o que não posso modificar. Esse é meu lema hoje, espero que seja também o seu.

Para me desafiar, eu encomendei esse short lindo da loja Lookbook Store e amei. Podem encontrar esse no site da loja.

Usem sempre o que amam, tente mudar o que não, não tendo jeito, tente se aceitar, ser feliz com o que tem, é assim que tento ser hoje.






Veja também o meu último post no Instagram e se ainda não me segue lá, siga e me acompanhe, todos os dias tenhoconteúdos novos. @lannemachado

Islanne Machado

1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

1 comentário:

  1. Ficou lindo o outfit! Não há que ter medo, somos todos únicos e lindos à nossa maneira!
    Beijinhos!
    In Beautyland

    ResponderEliminar

Muito obrigada pela sua visita!
A sua interação é fundamental para o progresso do Life Enthusiast.
Deixe seu comentário, responderei assim que possível :)
♡ Blog Life Enthusiast ♡ Instagram ♡ Facebook<a